terça-feira, 13 de setembro de 2016

Estou fazendo tudo errado? Sou uma boa pessoa? Quem sou eu?

Acordo, reclamo. Saio de casa, reclamo. Chego em casa, reclamo. Vou dormir, reclamo. Você se identifica?
Já parou para pensar no que é o mundo? Em que você está pisando? Indiretamente, não estamos flutuando? Onde o planeta se apoia? Já parou para pensar na dádiva que é estar vivo? O que estamos fazendo com o mundo? O que queremos aqui? O que estamos fazendo com a nossa vida? Vivemos para parecermos felizes, não somos felizes. Preferimos reclamar de tudo e sempre queremos o melhor de tudo, quando às vezes o melhor não é a melhor opção. O que estamos fazendo com a nossa vida? Acordamos, pegamos ônibus ou carro, vamos para escola, trabalho, faculdade, ou ficamos em casa sem fazer nada. Mas qual é o sentido da vida? Nascer, comer, e dormir? O que estamos atraindo para nós mesmos? Afinal, de que vale estar vivo e não viver?










Desculpe por um parágrafo confuso e com tantos questionamentos, foi necessário. Ultimamente não
tenho conseguido escrever nada, sinto um vazio. Sinto que nada seja relevante. Quero escrever coisas que toquem as pessoas. Quero mudar o rumo do blog a partir de hoje. Vamos conversar sobre a vida?

Estar vivo é algo grandioso. Saímos da barriga de uma mulher. Leia novamente: nós saímos de uma barriga. E como chegamos até aquela barriga? Através de uma relação sexual entre nossos pais. Isso parece normal para você? Nós vivemos em uma correria constante, e não paramos para pensar no que estamos fazendo, fazemos tudo ao mesmo tempo. Como um ser pode surgir de nós e ter a capacidade de gerar outro ser?

Estar vivo é uma dádiva. E nós não reconhecemos isso. Eu sou essa pessoa. Você é também, ou não, e você pode deixar aqui o seu comentário para contribuir com o post. Esse não é um post motivacional,  é um post de conscientização. Você precisa ter consciência do que está fazendo com a sua vida. É você que define o que acontecerá nela. Já parou para refletir sobre isso? Já ouviu que você tem a faca e o queijo na mão?

Se você está passando por algum problema, está perdido, não saber o que fazer, para e pensa. O que eu quero para a minha vida? O que eu estou fazendo para que isso aconteça? Estou fazendo o máximo? E, independente da sua religião, digo que gratidão é tudo na vida. Pode parecer chato, e até evitei falar muito isso no texto, porque todos nós ouvimos isso. Mas o que é gratidão, além de postar fotos com essa palavra? Gratidão nada mais é que ser grato. E, além disso, é ter consciência do que é estar vivo. Viver e agradecer.

O que fazemos com a nossa vida todos os dias: não queremos levantar da cama, sentimos aquela vontade de jogar o despertador longe, e pensamos: que saco. A primeira palavra que falamos ao acordar é algo ruim. E então levantamos e tropeçamos, falamos um palavrão. Vamos até o banheiro e nos sujamos com a pasta de dente, abrimos a torneira e acabamos nos molhando, saímos de casa correndo e esquecemos de fazer xixi, comemos qualquer porcaria porque estamos de saco cheio, almoçamos prestando atenção na conversa do outro e o julgamos pelo que fala, sem nem o conhecer, estamos atrasados e o motorista é lerdo, não porque você se atrasou, mas porque ele é lerdo e você não aguenta mais essa vida. Chegamos em casa brigando com todo mundo porque achamos que estão fazendo tudo errado, e jantamos de mau humor, checamos o celular enquanto a comida esfria. A comida está uma bosta. Deitamos de barriga cheia porque não queremos olhar para a cara de ninguém. Não conseguimos dormir bem. A vida está uma bosta.

E, se encararmos, a partir de agora, a vida de uma outra maneira? Estamos vivos para viver. Perceba as diferentes sensações que os parágrafos causam ao fazer a leitura.

O despertador toca. Por mais que esteja cansado: bom dia. Ou qualquer palavra que o faça se sentir bem. Nos espreguiçamos, quem sabe um alongamento, e levantamos. Tropeçamos sem querer, mas nem doeu tanto assim, né? Vamos ao banheiro, fazemos nossas necessidades, sujamos nossa blusa sem querer, mas conseguimos limpar sem problemas, mas opa, me molhei. Será que tenho outra no armário? Sim. Ou: ah, não tenho, mas vai secar quando eu ainda estiver no caminho. Lanchamos algo, pegamos o celular, curtimos fotos, e-mails, lista do que temos para fazer, nos organizamos. Trânsito. Estou chateado? Sim. Mas ficar pensando: estou atrasado estou atrasado estou atrasado não vai mudar nada. Vou aproveitar para adiantar algo que tenho que fazer. E repetimos todo o processo ao longo da semana. Percebe como você faz da sua vida uma tempestade ou um dia de primavera colorida?

Dias ruins existem. Sempre vão existir. A vida não é brincadeira, temos obrigações e cobranças para lidar. E podemos lidar. Para isso, você precisa querer. Ninguém é culpado por seus atrasos, ou qualquer coisa. É a sua vida, sempre tem algo que você possa fazer. E você vai fazer. Você sabe que tem capacidade. Olhe para você, cheio de sonhos, mas não consegue realizar nenhum. É essa a vida que você quer? Eu sei que não. Pare de julgar terceiros, e viva a sua vida. Desejo tudo de bom para vocês, sigam os seus sonhos, não importa o que aconteça, persista. Por mais que pareça impossível, se é o que te faz feliz, vá em frente. Amo todos vocês que leram isso. Faça parte dessa corrente, ajude alguém que precisa, escreva um texto em seu blog, ou qualquer rede social, mostre o meu. "Vamos viver nossos sonhos, temos tão pouco tempo." Vamos utilizar a internet para compartilhar também coisas boas, é uma ferramenta maravilhosa para isso. Gratidão.


Não deixe de me acompanhar: Facebook | Instagram | Tumblr | Google + 

4 comentários:

  1. Já fui muito reclamona e agora parei com isso, ou pelo menos minimizei, para me sentir uma pessoa melhor e eu realmente estou sendo uma! Ultimamente tenho parado pra pensar no quanto a gente gasta tanto tempo preocupados com o nosso umbigo e perdemos a essência da vida, do quanto ela é frágil, do quanto há tantas pessoas precisando da nossa ajuda, às vezes de apenas um simples abraço... e estamos negando a tudo isso. Gostei muito das reflexões e são bem necessárias. Beijo.

    Juhlihipy

    ResponderExcluir
  2. Primeiro parabéns pelo Blog ele é lindo!
    Segundo parabéns pela postagem, espero que mais pessoas tenham a oportunidade de ler.

    Sei como é o despertador tocar e vc não ter motivação para levantar. Mas graças a Deus hoje sou muito mais grata por tudo o que tenho. Estou aos poucos mudando a minha vida e isso tem sido maravilhoso.

    Já cliquei no Botão para seguir o Blog.
    Bjs
    Cíntia Neves
    http://www.cintianeves.com
    https://www.youtube.com/channel/UC5nZxGctnYB8WogbxcMrr-A/videos

    ResponderExcluir

Olá, deixe aqui sua opinião! Caso não queira se identificar, use a opção "anônimo". Caso tenha um blog, deixe seu comentário e o link no final para que eu possa te conhecer também. =)