sábado, 30 de janeiro de 2016

O que aprendi em 2015 #meamoassim

2015 foi um ano diferente. Eu mudei muito. E pra melhor.

Aprendi que devemos agradecer todos os dias. Afinal, estar nesse mundo já é uma dádiva.

Aprendi que não há nada que não possa ser feito. Queria que esse post fizesse a diferença pra alguém que tem um grande sonho e acha que nunca irá realizar. 2016 está me mostrando que tudo é possível. Só basta ir atrás. Começar amanhã? Na segunda? Que nada. Começa hoje, sábado.

Aprendi que devemos ser pacientes, tudo acontece no seu tempo.

Todos os anos eu sempre tentava fazer diferente, eu tinha essa vontade em mente. Só em mente mesmo. Prática? Zero. Mas chega uma hora que a ficha cai, né? Vamos agir! Lembro que 2014 foi um ano bem difícil. Sabe aqueles temos que você está na maior bad e não faz nada? Pois é. Coisa que hoje, já não faz parte da minha vida.

Aprendi que: não adianta ficar parada, se lamentando. Você tem que agir. Comecei com pequenas ações. Como a do post anterior, das  minhas unhas. Cara, lembro como isso parecia ser impossível! Hoje estou aqui com unhas unhas enormes batendo no teclado do meu notebook. Como eu amo esse barulhinho. Sensação de meta cumprida. Em breve vou fazer um post com as minhas metas para 2016, aguardem.

Aprendi que se você não tentar, nada acontece. Você que está aí lendo, desacreditado, não desiste não. Vá em frente. Tem uma frase que eu gosto muito: "o mundo pode duvidar de você, mas você nunca." Pensa comigo: se nem você acredita em você, quem vai acreditar?


Beijo no coração.

Esse post faz parte do projeto me amo assim.
Posts que amei também:
Júlia | Juliana | Mayara

Não deixe de me acompanhar: Facebook | InstagramTumblr 

2 comentários:

  1. Oi, Poly! Teve umas coisas que você citou, eu fiquei pensando e caí na real. Realmente, não adianta a gente só querer, tem que FAZER pra diferença acontecer e o melhor jeito é tomando pequenas atitudes!

    P.S.: Adorei o texto e tô apaixonada pela frase no final ♥

    Beijos,
    Chuva de Aegyo

    ResponderExcluir

Olá, deixe aqui sua opinião! Caso não queira se identificar, use a opção "anônimo". Caso tenha um blog, deixe seu comentário e o link no final para que eu possa te conhecer também. =)